Sevilha: dois dias pela capital da Andaluzia - Um Olhar Novo
0

Sevilha: dois dias pela capital da Andaluzia

A Espanha tem tantas cidades lindas, que escolher uma para conhecer é bem difícil.

Mas, Sevilha era uma daquelas que não saía da minha mente há algum tempo. Para falar a verdade, desde que eu vi fotos do instagram do blog Comendo Chucrute e Salsicha.

Sevilha está na região da Andaluzia, bem ao sul da Espanha, tendo apenas o Mediterrâneo por separar da África Mulçumana.

Por esta razão, a influência árabe é gigantesca, e os prédios da cidade são belíssimos.

Ruas estreitas e prédios lindos

A vontade é de fotografar todas as ruas e becos pelos quais se passa.

Sevilha é cortada pelo Rio Guadalquivir – foi por este rio que Cristóvão Colombo desceu até Cadiz e seguiu para as Américas.

O rio é uma das atrações de Sevilha. Ficar à beira dele, ainda que alguns minutos, mostra como o rio é “vivo”. São barcos de turistas, caiaques, canoas, o rio não para.

É bem a beira do rio que outras duas atrações se concentram: o Mercado de Triana e a Torre del Oiro.

Mercado de Triana

placa do mercado de triana, com o nome escrito, e flores vermelhas do lado direito embaixo

O mercado é pequeno, mas cheio de frutas, carnes, mariscos. Sinceramente, me decepcionei um pouco, pois esperava por cafés e mais produtos.

Torre del Oro

A Torre tinha como finalidade proteger a cidade das invasões vindas pelo rio.

É possível subir ao seu topo, ao custo de 3 euros por pessoa. São 36m de altura.

Mas as melhores atrações de Sevilha são outras, e para falar a verdade, 4 pontos turísticos lindíssimos e inebriantes:

  1. Alcázar
  2. Catedral de Sevilha
  3. Plaza de España e Jardim de Maria Luiza
  4. Metropol Parasol
  5. Plaza de Toros

Alcázar

Um dos lugares mais impressionantes da cidade.

Desde a conquista espanhola do território, o Real Alcázar de Sevilha (nome oficial) é a sede da Coroa e do poder municipal.

São inúmeras salas, jardins, praças e espelhos d’água que permitem ao local ser deslumbrante.

Ainda há, e em uso, um quarto destinado à Família Real Espanhola (há dias e horários para visitação).

A arquitetura moura, tão presente na cidade, é de encantar os olhos neste edifício.

Lugar certo para tirar as melhores fotos para suas redes sociais!

Catedral de Sevilha

Esta Catedral merece um post separado para falar só dela!

A Catedral Metropolitana de Santa Maria de La Sede foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1987.

Enorme, rica. Não há palavras para descrever.

É “obrigatório” subir a Torre Giralda! De lá tem-se a vista mais completa da cidade, e em 360 graus (pode-se andar em volta da torre – por dentro).

torre giralda

Plaza de España e Jardim de Maria Luisa

A Plaza de España era o local que eu mais queria conhecer.

As cores dos azulejos, as pontes, a arquitetura… tudo me chamava atenção.

A Praça faz um semi-círculo, e fala-se que forma um abraço aos visitantes. E é essa a sensação!

Construída para a Exposição Íbero-americana de 1929, nela há a representação de todas as cidades da Espanha, com a exceção de duas: Sevilha – que está representada em outros quatro murais da Praça – e Gran Canaria e Tenerife, pois somente foram divididas em 1927 (e a praça já estava em construção).

Alguns filmes foram filmados lá… Sabem qual? (Deixem nos comentários)

Metropol Parasol

A maior escultura de madeira do mundo, construída em 2011, está em Sevilha.

Foram utilizadas 3.500 peças de madeira. A passarela acima da escultura chega a 28,5m de altura.

Foi a minha melhor descoberta. Não me cansava de fotografar e apreciar.

É linda, mágica, e ao final do dia, ainda mais radiante.

Dos lugares imperdíveis para se visitar.

Na área subterrânea da Escultura há um museu arqueológico – para saber mais sobre ele, acesse o site oficial.

Plaza de Toros

A Real Maestranza de Sevilla é reconhecida como a maior praça de touros da Espanha, e mais tradicional.

Foi construída no século XVIII, possui visita guiada, e ainda há touradas no período de abril a outubro.

Porta do Príncipe

Acima da Porta do Príncipe fica o espaço reservado para a Família Real. Esta porta só se abre quando o toureiro possui o completo triunfo.

Não vou entrar no mérito de gostar ou não, ou sobre os direitos dos animais. É, ainda, um ponto turístico.

Para saber mais: o site oficial do Turismo de Sevilha possui várias informações sobre os horários das atrações, dentre outras. Não se esqueça de conferir os horários de acordo com as estações (verão/inverno).

DICAS ESPECIAIS:

Deixe para ir ao Alcázar no final do dia, pois já não encontrarão filas enormes.

Passear à beira do Rio pela manhã te permite ver os esportes náuticos.

Se quiser assistir a um espetáculo de Sevilhana, as casas estabelecidas no bairro Arenal são as mais recomendadas.

Sabor a España: lugar certo para comprar doces e castanhas caramelizadas. Há duas lojas, sendo que uma delas bem próxima à Catedral de Sevilha (Av. de La Constitución, 16).

Se quiser saber mais sobre a Espanha, veja também os posts:

Madrid

Arredores de Madrid: Toledo, El Escorial e Segóvia

Barcelona

Veja mais sobre a Andaluzia:

Roadtrip pela Andaluzia com As Passeadeiras

Ronda e Juzcar

ORGANIZANDO SUA VIAGEM:

Buscando um hotel ou apartamento? No Booking você encontra diversas opções e ajuda o Blog a crescer sem qualquer custo na sua diária!

Pensando em uma #roadtrip pela Espanha? Alugue seu carro com a Rentcars, parceira do Blog!

Para viajar para a Espanha, faça um seguro saúde – como sugestão, faça a cotação com nosso parceiro: Seguro Viagem Allianz.

Pelas ruas de Sevilha

Matérias que você pode gostar também

Sem comentários

Deixe um comentário

error: Content is protected !!