4

Santa Teresa: um olhar pelo blog Capixaba na Estrada

O Deivson escreve o Capixaba na Estrada, um blog de viagens que tem como prioridade mostrar o Espírito Santo.

Mas, ele vai além. Ele é o mentor do Pocando no Espírito Santo (#pocandonoes), um evento que busca trazer outros Blogueiros para conhecer o Espírito Santo, divulgando-o por todo o Brasil, e também pelo mundo.

Assim, ninguém melhor para começar a mostrar o Espírito Santo aqui no blog!

O Capixaba na Estrada nos mostra Santa Teresa, uma cidade serrana cheia de cultura, boa gastronomia e beleza!

Texto e fotos de autoria do Deivson!

 

“Uma das cidades que vem ganhando bastante destaque no cenário do turismo capixaba, é Santa Teresa, na região dos imigrantes do Estado. Santa Teresa é a primeira cidade colonizada por imigrantes italianos no Brasil.

Para quem gosta de história, gastronomia italiana e produtos de produtores rural, além de curtir um friozinho, a cidade é a pedida ideal para você! Nesse roteiro em Santa Teresa ES que preparamos tem de tudo um pouquinho para você se apaixonar pela cidade, assim como eu sou.

 

Roteiro em Santa Teresa ES

A cidade fica cerca de 80 KM de Vitória, o que leva cerca de 2h de carro no máximo. No centro encontramos a Igreja Matriz, construída em 1906, preservando ainda os sinos que o Dom Pedro II deu para a construção.

Na rua ao lado da igreja, está a Rua do Lazer, um dos points noturnos e aos finais de semana, por ali que encontramos os melhores restaurantes de Santa Teresa. Vale uma visitinha em horário com pouco movimento para contemplar as construções antigas, com técnicas construtivas do período de colonização italiana.

 

Ainda no centro da cidade, a Galeria do Artesanato é uma das grandes surpresas por ali. No piso inferior encontramos uma lojinha com produtos da associação de produtores e artesanato da cidade.  No segundo andar encontramos o Museu da Imigração Italiana, que reúne peças da época que os imigrantes chegaram na cidade, além de contar um pouco da história de Santa Teresa-ES.

Na parte central da cidade, o Museu Mello Leitão é um dos meu lugares favoritos. O museu foi fundado pelo cientista  Augusto Ruschi, que lutou bastante contra o  desmatamento e a preservação da Mata Atlântica. O espaço conta com vários animais, plantas, orquidários. Mas o que me impressiona ali é a varanda dos colibris. A varanda fica num prédio dentro do museu, onde os beija-flores vão lá bebericar os potinhos de água doce deixados pra eles.

Saindo da parte central da cidade, e indo no sentido Circuito Caravaggio, existem duas paradas obrigatórias:

A primeira é a Casa Lambert, que foi uma das primeiras moradias construídas na cidade e é um programa bem legal para incluir no roteiro em Santa Teresa.

A segunda é a Cantina Mattielo: uma das mais tradicionais vinícolas da cidade. Dá para conhecer vinhos e licores produzidos pela família pelo valor de R$15 (com agendamento prévio). O vinho de jabuticaba é um dos mais vendidos, com composição mais doce e suave.

 

Circuito Caravaggio

O Circuito Caravaggio fica do outro lado da cidade. E os principais pontos de visitação são:

A Casa do Espumante, que é o pioneiro de produção de espumantes do Espírito Santo, além de produzir o primeiro espumante de jabuticaba do mundo (dica: O branco é delicioso).

Próximo dali está a Casa dei  Liquiori, com fabricação de licores (um dos melhores que já bebi!). O de morango, café e coco fazem bastante sucesso por lá. O gosto da fruta é mais alto que o do álcool, o que dá impressão de ser iogurte.

Bem no final do circuito, a rampa de voo livre tem um pôr-do-sol lindo! Mesmo para quem não vai voar de parapente, pode ir visitar e contemplar a natureza dali que é linda. A rampa virou propriedade particular, passando a cobrar entrada (R$3. Abril/2018).

Restaurantes

Eu amo 3 lugares da cidade! O Taberna Lounge conta com uma culinária italiana criativa, com menu cíclico. O ambiente é decorado com tema medieval, o que dá todo charme para o restaurante. O Taberna está situado na rua do lazer.

Já o Fabrício é um dos mais tradicionais restaurantes da rua do lazer. E dica de prato: parmegiana. É a melhor que já comi.

E para quem gosta de esfiha, a Santa Sfiha é uma esfiharia novinha, com sabores marcantes. Não deixe de provar a de linguiça teresense com mussarela, pupunha, tomate e geleia de pimenta. É dos deuses!

Dica extras: A Claids Biscoitos fica logo na entrada da cidade. e possui uma infinita variedades de biscoitos. Tudo feito artesanalmente.

A Latícinio Lorena está situada na estrada que liga Fundão X Santa Teresa. Os queijos da loja são maravilhosos, com destaque para o provolone.

 

 

Quando ir

Santa Teresa costuma ter movimento durante todo o ano, mas o inverno é alta temporada, possuindo até famosa festa típica e festival de jazz.

Como chegar

De carro, só pegar a BR 101 norte e seguir placas ao chegar em Fundão. De ônibus é a viação Lírio dos Vales com várias saída ao longo do dia da rodoviária de Vitória.”

 

Também ficou apaixonado por Santa Teresa?

A cidade é muito linda e vale apena, ao menos, um bate-volta de Vitória até lá.

Para saber sobre os eventos que acontecem na cidade, consultem o site oficial do município de Santa Teresa.

 

Este post faz parte do projeto: “Espírito Santo: outros olhares”. Você pode acompanhar todos com a busca pela tag #outrosolhares

 

Vamos descobrir mais sobre o Espírito Santo? Veja também:

Mosteiro Zen Budista em Ibiraçu

Museu da Vale

Pedra Azul e arredores

 

ORGANIZANDO SUA VIAGEM:

Buscando um hotel ou apartamento? No Booking você encontra diversas opções e ajuda o Blog a crescer sem qualquer custo na sua diária!

Alugue seu carro com a Rentcars, parceira do Blog!

Precisa de um seguro saúde, faça a cotação com nosso parceiro: Seguro Viagem Allianz.

Matérias que você pode gostar também

4 Comentários

  • Responder
    Deivson
    25/11/2018 em 10:56

    que honra ter começado com meu texto esse projeto maravilhoso <3
    Amei participar!

    • Responder
      Ana Carolina
      28/11/2018 em 07:00

      Sua participação era fundamental! Me orgulho muito de Ti, e sou muito grata por todo apoio!
      Santa Teresa ficou ainda mais bonita aos olhos do Capixaba na Estrada!

  • Responder
    EMILIA BRITO
    27/11/2018 em 06:09

    Adorando esse projeto desde a sua concepção! Que ideia mais bacana de juntar olhares sobre o ES e expôr, como uma mostra numa galeria! Parabéns Ana!

    • Responder
      Ana Carolina
      28/11/2018 em 07:01

      Obrigada demais por participar!
      Jamais poderia ter tantos olhares generosos sobre nosso Estado, se não fosse a participação de pessoas tão queridas!
      Beijo!!

    Deixe um comentário