Museu do Oriente - O Oriente em Lisboa - Um Olhar Novo
24

Museu do Oriente – O Oriente em Lisboa

Diferente de outros posts, este é um post da Blogagem Coletiva da Museum Week dos blogueiros da RBBV – Rede Brasileira de Blogs de Viagens.

 
E o que é a Museum Week? É uma semana especialmente dedicada aos Museus, e ocorre no mundo todo. Para saber mais, você pode acessar o site oficial do evento: é só clicar aqui! E para acompanhar, basta verificar nas redes sociais a #MuseumWeek , onde os blogs brasileiros participam ativamente.
 
O Museu predileto de cada um será postado nesta semana – 23 a 29 de abril de 2018. Acompanhem!
 
O Museu que escolhi é o MUSEU DO ORIENTE, que fica em Lisboa.
 

Lisboa é uma cidade encantadora, e como já disse em outros posts, cheia de cultura. Parte desta cultura pode ser vista e vivida nos Museus da cidade. São inúmeros e sobre assuntos muito diversos.

 
O Museu do Oriente é bem interessante: ele traz a cultura oriental vivida pelos portugueses que chegaram há muitos anos no lado oriental. Macau, China, Japão, dentre outros, são culturas representadas no museu.
 
Assim, um andar é totalmente dedicado a estes países. Há diversos objetos: porta, porcelanas, vestimentas, mobiliário.
 
kimono, jarro e outros objetos do japão
Outro andar, por sua vez, volta-se para a Ópera Chinesa – a parte mais bonita na minha opinião. Nesta parte os trajes da ópera, adereços, calçados são expostos e nos deixa deslumbrados com tanta riqueza.
 
A Ópera Chinesa surgiu no final do século XI e atingiu sua era dourada e forma atual a partir da dinastia Yuan, no século XIII.
 
trajes da ópera chinesa
Canto, música, dança, mímica, acrobacia e humor são combinados na Ópera Chinesa.
 
Há televisões com peças sendo mostradas, e pode ser um bom momento para parar e conhecer a encenação.
 
Também são expostas histórias de óperas mais famosas, e a explicação para o surgimento e sucesso delas. Uma delas é A Lanterna Vermelha, baseada em um filme de 1963 (Haverá Seguidores), que foi baseado em um livro de 1958 (Haverá Seguidores da Revolução, de Qian Daoyuan).
 
A ópera A Lanterna Vermelha foi criada a partir da história verídica de uma família comunista que fornecia informações secretas sobre os invasores japoneses durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa. O protagonista trabalha em uma estação de trem, e por isso a simbologia da lanterna vermelha.
 
Além da exposição permanente, o Museu também sempre possui exposições temporárias, como aconteceu recentemente nas festividades do Ano Novo Chinês, e durante as comemorações da sua inauguração.
 
Sugiro que reserve um tempo próximo a uma das refeições para conhecer o Museu, e também apreciar o restaurante que fica no último andar. A vista é linda demais. Nos finais de semana também é servido um brunch. Embora seja o Museu do Oriente, o cardápio não se limita à comida oriental, e agrada a todos.
 
Chegar ao Museu do Oriente é fácil! Se for de comboio, desça na estação Alcântara. Há estacionamento no entorno, para aqueles que estão de carro.
 
armaduras do período edo
Horário de funcionamento:
  • Terça-feira a domingo: 10.00-18.00
  • Sexta-feira: 10.00-22.00
  • Fechado às segundas-feiras.

 

Às sextas, após às 18h, o Museu é gratuito!
 
Valores:
  • 0-5 anos: Gratuito
  • 6-12 anos: € 2,00
  • Adultos: € 6,00
  • Mais de 65 anos: € 3,50
  • Estudantes: € 2,50
  • Família (dois adultos com três menores de 18 anos): € 14,00

 

Há também visitas guiadas.
 
Endereço: Avenida Brasília, Doca de Alcântara, Lisboa, CEP: 1350-352
 
Site oficial: http://www.museudooriente.pt/
 


Gostou? Aproveite para conhecer outros Museus do Mundo pelos olhos dos Blogs da RBBV:


Na Europa:

 
 
 
 
 
 
 
 



Pelas Américas:

 
 
 
 
 
 



No Brasil:

 
 

Precisa transferir dinheiro para o exterior? Clique aqui, cadastre-se no TransferWise e ganhe uma transferência sem custos!

Hospedagem em Lisboa? No Booking você encontra diversas opções e ajuda o Blog a crescer sem qualquer custo na sua diária!

Já segue o blog nas redes sociais? Aproveite: curta e compartilhe!

Facebook:Um Olhar Novo
Instagram: @blogumolharnovo
Twitter: @UmOlharNovo

 

Matérias que você pode gostar também

24 Comentários

  • Responder
    Fernanda Scafi
    23/04/2018 em 15:53

    Não conhecia esse museu! Faz tanto tempo que fui pra Lisboa que se bobear, ele nem existia! ahhahaha Mas pelo menos já visitei museus sobre o mesmo assunto em outras cidades!

  • Responder
    Pelo Mundo com Manu
    23/04/2018 em 15:53

    Que delícia de post! Adorei lembrar que antes de desbravar as Américas, outro era o continente foco!

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    23/04/2018 em 15:53

    Pois é 🙂 Queriam desbravar.. Portugal sempre foi pequeno para os portugueses!

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    23/04/2018 em 15:54

    Bom motivo para voltar! Lisboa tem se reinventado a cada dia 🙂

  • Responder
    Poliana Cardozo
    23/04/2018 em 18:15

    Poxa que indicação legal de museu viu? Curti. Abraço

  • Responder
    Estela
    23/04/2018 em 18:15

    Olha só… que legal… um museu do Oriente e Ásia! Anotado aqui pra visitar

  • Responder
    Tati Barro
    23/04/2018 em 18:15

    Oi Ana Carolina, fui a Lisboa mas não conheci este museu, parece bem interessante mesmo! Abraços

  • Responder
    Uzi Por Aí
    23/04/2018 em 18:15

    Estive no Oriente de Lisboa ano passado e não fazia ideia de que havia lá esse museu. O que tem para comer além da comida asiática?

  • Responder
    Nivaldo | Buenas Dicas
    24/04/2018 em 07:46

    Gostei, já está salvo pra quando finalmente for conhecer Lisboa! =D

  • Responder
    Lulu Freitas
    24/04/2018 em 14:54

    Que museu interessante! Adorei a dica do brunch com aquela vista maravilhosa. Anotado para conhece em Portugal

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    24/04/2018 em 14:57

    Motivo para voltar a Lisboa! A comida é variada, no estilo buffet, com massas, comida portuguesa, além da oriental.

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    24/04/2018 em 14:57

    Se voltar por aqui, vale a pena conhecer. Tire umas 2h para o passeio 🙂

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    24/04/2018 em 14:57

    Visite sim! Abraços!!

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    24/04/2018 em 14:58

    Que bom que gostou! Espero por você em Lisboa!

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    24/04/2018 em 14:58

    Que bom! Lisboa tem muitos museus, vai adorar a cidade!

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    24/04/2018 em 14:59

    A vista é mesmo maravilhosa! Não deixe de conhecer!

  • Responder
    Marcia Picorallo
    26/04/2018 em 05:50

    Que dica interessante, não conhecida este museu. Vou me lembrar quando conhecer Lisboa melhor.

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    26/04/2018 em 10:40

    Espero que venha logo e goste! 🙂

  • Responder
    Nivia
    27/04/2018 em 06:25

    Não conhecia esse museu, mas me interesso por tudo que diz respeito ao oriente, quem sabe em uma próxima viagem a Lisboa 🙂

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    27/04/2018 em 06:25

    Espero que volte logo, e que aprecie o Museu!

  • Responder
    Lud Ravazi
    02/05/2018 em 08:28

    Que legal! Já estive em Lisboa duas vezes e não conhecia esse museu. Dica anotada para a terceira visita!

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    02/05/2018 em 11:44

    Mais um motivo para voltar! 🙂 Lisboa está a cada dia mais linda!

  • Responder
    Filipe Morato Gomes
    20/06/2018 em 10:28

    Eu gosto muito do museu do Oriente, parabéns pelo texto.

  • Responder
    Ana Carolina Santos
    20/06/2018 em 10:46

    Olá Filipe! Que bom que gosta e obrigada pelo comentário! Acho bem diferente e interessante!

  • Deixe um comentário

    error: Content is protected !!