Castelo de Almourol: como visitar - Um Olhar Novo
0

Castelo de Almourol: como visitar

O Castelo de Almourol fica em Vila Nova Da Barquinha, região Centro de Portugal, e bem próximo de Tomar.

O Castelo foi edificado em uma ilhota banhada pelo rio Tejo, e não há ponte para chegar até ele, sendo a travessia feita de barco; mas antes de contar como é possível visitá-lo, vou falar da história deste lugar.

Castelo de Almourol

História do Castelo de Almourol:

Embora existam indícios arqueológicos que demonstrem origem romana do Castelo, é com o início da história de Portugal e dos templários que a edificação toma a forma que vemos hoje.

Os templários foram peça fundamental para que o Reino de Portugal pudesse começar, colaborando com D. Afonso Henriques na conquista e manutenção das terras que hoje fazem parte de Portugal.

Assim, em 1171, Gualdim Pais, Mestre da Ordem dos Templários, reedifica o Castelo de Almourol para fortalecer a defesa junto ao Rio Tejo.

Todos os torreões (as torres largas dos Castelo) são originais, enquanto as ameias (a abertura na parte superior do muro, que serviam para ver os inimigos) foram reconstruídas no século XIX.

A ideia de defesa é bem presente, tendo sido construídas duas rondas autônomas: uma por volta do Castelo na parte externa, e outra por cima do muro (com uma particularidade na construção que permitia a defesa de eventual ataque externo, mas também se este ocorresse vindo da parte interior do Castelo).

Outro ponto devem ser observados, para quem busca a existência dos Templários no local: a cruz patesca, a primeira dos Templários, por cima da janela da Torre de Menagem.

Gualdim Pais também contruiu os Castelos de Pombal, Zêzere, Tomar e Cardiga. Sobre Tomar, você pode saber mais lendo o post Convento de Cristo.

Curiosidades sobre o Castelo de Almourol:

  • Não foram encontrados locais para armazenamento de água, ou mesmo registros de utilização de sistema que levassem água para dentro do Castelo;
  • Não há registros de construções à volta do Castelo, o que leva a pensar que, a civilização que existiu apenas viveu dentro dele, e não à sua volta.

Área externa do Castelo de Almourol – e um dos torreões

Lendas sobre o Castelo de Almourol:

Assim como em mais cidades e castelos de Portugal, algumas lendas são atribuídas ao Castelo de Almourol. As listadas abaixo são contadas oficialmente!

Lenda do Gigante Almourol: “Senhor e guardião do castelo, nele acolheu as princesas Polinarda e Miraguarda, as quais o famoso cavaleiro Palmeirim de Inglaterra tentou em vão raptar, tendo ficado muito maltratado no duelo com o gigante. Dramusiando, outro gigante, com ciúmes de Almourol, viria combatê-lo, vencendo-o e conservando as princesas sob a sua tutela; Almourol tinha outro castelo, construído por seu pai, o qual batizou com o nome de Cardiga, sua mulher, aí tendo vivido e criado um filho que também se chamou Almourol”.

Lenda de D. Ramiro: “Nobre godo que recolheu no castelo um jovem mouro, o qual para vingar o assassinato da mãe e da irmã por cristãos, envenenou a esposa e seduziu D. Beatriz, filha do cavaleiro; a tradição assegura que o jovem e a donzela aparecem na noite de São João, na torre mais alta do castelo, renovando a cada ano a maldição que perdurará até ao Dia do Juízo.” Aqui a Câmara de Vila Nova da Barquinha conta sobre a lenda.

Lenda de Almouro: “Emir muçulmano cuja filha se apaixonou por um cavaleiro cristão que a atraiçoou, abrindo as portas da fortaleza aos seus companheiros de armas; em consequência disso, o Emir preferiu lançar-se ao rio abraçado à filha do que ficar refém dos cristãos.”

O rio Tejo e a outra margem

Como chegar ao Castelo de Almourol:

Para quem sai de Lisboa, o destino de carro é a rodovia A1, e está a aproximadamente 130km da capital portuguesa.

Se optar pelo transporte público, há comboios, operados pela Comboios de Portugal (CP) que também abrangem o destino – você pode comprar seu bilhete aqui.

Veja no Google Maps a localização exata: clique aqui!

Depois de chegar até a beira do Tejo, há barcos que fazem a travessia durante todo o dia – até às 18h (chegue, pelo menos, 30min antes). O bilhete custa 4 euros e vale para ir e voltar.

Com este bilhete também é possível visitar o Centro Interpretativo dos Templários que fica em Vila Nova da Barquinha.

Rio Tejo visto do alto da Torre de Menagem do Castelo de Almourol

DICA: Alugue um veículo e explore a região: Tomar, Batalha, Alcobaça, Fátima, Ferreira do Zêzere e Almourol.

ORGANIZANDO SUA VIAGEM:

Buscando um hotel ou apartamento? No Booking você encontra diversas opções e ajuda o Blog a crescer sem qualquer custo na sua diária!

Você também pode pedir um roteiro exclusivo e atendimento personalizado com a nossa Agência Parceira! Saiba mais sobre a Check-in Lisboa!

Se preferir o Airbnb, faça seu cadastro e reserva por aqui!

Pensando em uma #roadtrip ? Alugue seu carro com a Rentcars, parceira do Blog!

Para viajar para Portugal, Cabo Verde ou Itália, você pode fazer o PB4.

Já segue o blog nas redes sociais? Aproveite: curta e compartilhe!

Facebook:Um Olhar Novo

Instagram: @blogumolharnovo

Twitter: @UmOlharNovo

Castelo de almourol ao fundo com frente do barco - foto para o pinterest

Matérias que você pode gostar também

Sem comentários

Deixe um comentário

error: Content is protected !!